O profissional de Modelagem que a indústria da moda está procurando

O profissional de Modelagem que a indústria da moda está procurando

Qual empresa você procura?

Seja bem-vindo ao portal da Revista Santa Têxtil

Notícias

01/06/2015 | Categoria: Têxtil

O profissional de Modelagem que a indústria da moda está procurando

Uma das etapas mais importantes no processo de desenvolvimento de produto na indústria da moda é a modelagem. É ela que estrutura e torna possível a materialização das criações estéticas e é fundamental para o sucesso ou fracasso das etapas seguintes.

A modelagem tem evoluído ao longo das décadas. E o profissional especializado, o modelista, precisa acompanhar esta evolução. Hoje os modelistas têm novas demandas. Eles devem entender da construção de moldes, mas também ter uma visão sobre como o seu trabalho influenciará todo o ciclo de produção de uma coleção. Principalmente quando a produção é feita à distância, por terceiros, como é muito comum no modelo atual da indústria. Isso gera uma enorme responsabilidade para os modelistas, que devem antecipar todos os possíveis problemas na cadeia produtiva e facilitar o processo sem perder de vista a eficiência estética e mercadológica do produto.

Para atender a estas demandas, o modelista precisa ter sólida formação técnica. A boa notícia é que hoje ele conta com um aliado muito importante, a tecnologia. Atualmente os modelistas dispõem de tecnologia específica para realizar o seu trabalho. Ela racionaliza e facilita muito os processos porque ajuda a prever e planejar as diferentes etapas de industrialização, a cada alteração realizada, a modelagem inteira da peça se adapta automaticamente inclusive a grade de tamanhos, o encaixe de estampas, ou a aplicação de detalhes como bolsos.

Quem ganha é a indústria em termos de inovação, produtividade e valor agregado ao produto. No entanto, um dos desafios encontrados pelo segmento de confecção ainda é a baixa oferta de profissionais com esse conhecimento, seja da cadeia produtiva, seja da tecnologia. Como consequência, poucos profissionais conhecem os novos modelos de produção que a tecnologia possibilita, como a integração em uma única plataforma de trabalho de todos os profissionais envolvidos nas diversas etapas do processo produtivo. O que chamamos de trabalho colaborativo.

Como o nível de conhecimento necessário vem se sofisticando, ainda há uma oferta limitada dos chamados “experts” nesta área.

Vale apena se aperfeiçoar nesse ramo de grande expanção.

 

 

Fonte: Fonte: Art Presse - Assessoria de Imprensa | Foto: Divulgação

Voltar


© Copyright 2017 | Santa Têxtil